DECORA ARQUITETURA por DÉBORA DINIZ | (21) 97946.9700 | decoraarquitetura@yahoo.com.br

Foco no Prazo

October 10, 2016

 

Há quem enfrente problemas com mão de obra, outros com entrega atrasada (ou errada) dos materiais de construção. Há quem inicie a fase de escavação no período chuvoso e vê a construção se atrasar desde o começo, ou ainda quem inicia uma reforma sem ter decidido ao certo o que quer fazer. Existem vários fatores que influenciam diretamente o prazo final de conclusão de uma obra – alguns estão além do nosso alcance (como algumas áreas da nossa vida) e não podemos controlar, mas muitos deles podem ser evitados se algumas observações abaixo forem levadas em consideração.

 

Já falamos em outro post, mas nunca é demais lembrar: uma obra com bons resultados está apoiada em um tripé básico – planejamento, projeto arquitetônico/ complementares e gerenciamento – tudo feito por profissionais capacitados. Se a obra é nova, é comum que caminhe dentro de um ritmo sensato, pois existe uma ordem natural a ser de fato executada. Em caso de reformas, entretanto, é comum o aparecimento de situações imprevisíveis, como elementos estruturais, elétricos ou hidráulicos embutidos (por exemplo vigas, conduítes, canos, etc.). Se o que é visto a olho nu já exige cautela por profissionais da área, é ainda mais difícil se analisado por leigos. Nesta hora, essas “surpresas” pedem revisão no cronograma e precisam ser trabalhadas com discernimento, mas normalmente são facilmente contornadas quando a obra está sendo gerenciada por profissionais capacitados. Do contrário, é um ponto crítico para gerar atrasos e aborrecimentos.

 

Quem não conhece ou até já viveu a experiência de uma obra muito longa que foi estimada em muito menos tempo? Isso é muito comum com profissionais autônomos, que normalmente passam alguns dias na obra e muitos outros dias longe dela, isso quando não a abandonam. Essas pessoas ainda se intitulam um “faz-tudo” e cometem equívocos nas instalações elétrica e hidráulica, na colocação de piso e/ ou no cálculo do material, trazendo enormes prejuízos. Esses prejuízos, por sinal, vão muito além da própria obra em si: enquanto ela não fica pronta, o cliente pode estar pagando aluguel em outra moradia ou taxa de condomínio, e esse dinheiro poderia ter sido economizado se o prazo de conclusão tivesse sido respeitado.

 

O primeiro passo para evitar atrasos indesejáveis é iniciar sua obra com um projeto arquitetônico (ele dará base para sua estimativa de custo). Depois contrate uma equipe de obras qualificada e defina prazos. Conte com especialistas sempre que puder – até mesmo etapas aparentemente fáceis, como comprar materiais (especialmente os de acabamentos), requerem acompanhamento de pessoas especializadas para tal. Há uma infinidade de ofertas e especificidades que podem induzir o cliente a sérios erros. Os prazos também mudam de um estabelecimento para outro e o arquiteto em geral sabe quais são os mais sujeitos a atrasos – o profissional conhece as marcas mais tradicionais e menos prováveis de dar problemas. Entre os prestadores de serviços, ele conhece os prazos entre cotação/ medição e entrega e coordena a chegada dos materiais junto ao empreiteiro favorecendo o bom andamento da obra. Compre materiais com antecedência para garantir a entrega em tempo hábil, pois trocas de última hora e compras extras por impulso só retardam a conclusão do projeto e causam gastos desnecessários.

 

O êxito da obra entregue no prazo não se trata de um fator isolado e vai depender de como você pretende lidar com as pessoas que vão interagir com sua construção. Lembre-se, quebra-quebra não aceita quebra galhos. Confie seu projeto a quem se especializou para isso. Quem sai ganhando do começo ao final é você!

Share on Facebook
Please reload

Posts Recentes

October 10, 2016

October 9, 2016

October 8, 2016

Please reload

Procurar por tags
Please reload