DECORA ARQUITETURA por DÉBORA DINIZ | (21) 97946.9700 | decoraarquitetura@yahoo.com.br

Estimativa de Custo

October 8, 2016

 

Como construir ou reformar sem arruinar as finanças?

Obra normalmente divide as emoções dos clientes: na ânsia de ver tudo pronto, há um comprometimento e energia para lidar com as compras e decisões de projeto; mas, em contrapartida, ela consome sua disposição, pois é natural que vocês não estejam acostumados com a rotina junto de encarregados, materiais/ entulho, encomendas, etc. Nesse contexto, é comum depararmos com famílias que viram a verba separada para a obra acabar antes do prazo previsto e, infelizmente, terem que optar por paralisar a obra ou finalizá-la a qualquer custo, de qualquer jeito.

Na maioria das vezes o que ocorre é que a obra não segue um planejamento, muito menos uma estimativa de custo. Para agravar, muitos não desenvolvem projeto e contratam mão de obra sem qualificação. Nota-se que em obras assim ocorre uma enxurrada de retrabalhos devido a indecisões, que consequentemente geram desperdício de material, perda de tempo e, obviamente, de muito dinheiro.

O sucesso de todo o processo ao longo da obra é o planejamento e ele se inicia na contratação do profissional, como mostra outro tópico publicado “O Plano de Construir” (clique aqui para ler). Ao contratar um arquiteto, além dos serviços de projeto, ele vai trabalhar para garantir que a obra chegue até o final e lhe atenda conforme suas expectativas, ele vai indicar profissionais com boas recomendações – e muito importante, ele vai te oferecer um controle muito maior dos custos que envolverão sua obra, pois ele te deixará ciente de todas as fases – que por sua vez partirão das premissas definidas na primeira etapa do conjunto da obra: o projeto.

Ter um projeto definido é indispensável para uma boa estimativa de custo: é a partir dele que se orça os demais projetos complementares (hidráulico, elétrico, estrutural, etc.), a mão de obra e todos os itens que envolvem a obra, desde materiais básicos, passando por elementos construtivos até os acabamentos finais - tais como papel de parede e mobiliário. Diante do montante estimado, é possível fazer algumas adaptações e alterar o próprio projeto para que ele se ajuste à realidade do cliente.

As vantagens do cliente que tem o controle financeiro logo no início do processo são várias: ele visualiza o caminho do dinheiro destinado para todas as fases da obra, se organiza entre recebimentos/ pagamentos para os produtos e serviços ora contratados, domina o fluxo de caixa e o que custou mais ou menos em relação ao que foi orçado. No final, toda essa organização ainda pode te surpreender com a possibilidade de investir em outros itens que você já desejou muito ter, mas o orçamento parecia apertado. Isso não é fantástico?

Share on Facebook
Please reload

Posts Recentes

October 10, 2016

October 9, 2016

October 8, 2016

Please reload

Procurar por tags
Please reload